3 Deixe de lado a intolerância e ignorância e diga NÃO ao preconceito!


Falta pouco para iniciar a Semana da Consciência Negra, e eu não poderia deixar de dar minha contribuição para este dia, pois além de não tolerar qualquer tipo de preconceito, também posso dizer que eu e minha família fazemos parte deste movimento em prol da conscientização, que apesar de ter se tornado um grande evento a poucos anos, vem sendo celebrado desde a década de 60
Sendo que, mesmo apoiando este dia, acho também que a conscientização é uma atitude que devemos ter diariamente, e não apenas um dia do ano, respeitar as diversidades existentes em cada um, também faz parte do bom sendo, não devemos julgar ou condenar alguém apenas por conta de suas diferenças.
Muita gente não sabe, mas o Dia da Consciência Negra, 20/11, foi escolhido por conta da data coincidir com o dia da morte de Zumbi dos Palmares em 1665 (último líder do Quilombo de Palmares).
A data foi criada, buscando conscientizar e lembrar sobre a resistência do povo negro à escravidão, fazendo uma reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira, desde o primeiro transporte para o solo brasileiro, até os dias atuais, onde infelizmente somos obrigados a lidar com formas mascaradas e até mesmo explícitas de intolerância, preconceito e inferiorização do povo negro.
Na semana da consciência negra, afim de eliminar a ignorância e descriminação ainda presentes em algumas família, são organizados eventos que abordam assuntos como: A inserção do negro no mercado de trabalho, cotas universitárias, identificação de etnias, se há descriminação por parte das autoridades policiais, moda e beleza negra, além de muito mais.
Em busca de evitar o desenvolvimento do Auto-Preconceito, e auto inferiorização principalmente em crianças negras, entidades como o Movimento Negro (maior do genêro no país) organizam palestras e eventos educativos. Lembrando sempre que esta conscientização deve iniciar-se em casa, nos seios de nossa família, e ser continuada, nos orgãos educacionais.
Este ano assim como nos anteriores, a Secretaria de Estado da Cultura preparou uma extensa e variada programação gratuita. De shows a exposições, os eventos acontecem espalhados por vários lugares da cidade.
Na Pinacoteca (Tel (11) 3335-4990 ) acontecerá a Exposição Gênese e Celebração: Coleção de peças africanas do acervo de Rogério Cerqueira Leite.

 As programações especiais deste feriado aconteram também nos locais listados abaixo. Se você tem interesse em conhecer um pouco mais sobre a cultura Afro brasileira, não deixe de participar. Acessem os sites para maiores informações.  


Catedral da Sé  
Parque da Juventude  
Memorial da América Latina
Biblioteca de São Paulo 
Museu da Imagem e do Som 
Museu da Casa Brasileira  
Museu da Arte Sacra
Museu Afro Brasil 






Vamos conviver em harmonia, Diga NÃO  a qualquer tipo de preconceito, 

Negros ou brancos, todos sangramos vermelho. Devemos ter consciência de que somos iguais não apenas neste dia, e respeitarmos uns aos outros como indivíduos sempre. 

3 comentários:

Julia Azevedo disse...

Também sou contra o preconceito, mas innfelizmente é uma coisa que existe não apenas pela diversidade da cor da pele, mas pela diversidade de cultura, de crença, pela sexualidade, enfim... Preconceitos pelas coisas mais absurdas possíveis, também acho que as pessoas devem ser mais tolerantes com o próximo, e que o respeito é algo fundamental para eliminar o preconceito. Muito bom o post! Eu estou com o blog, e meu NÃO também é bem grande contra o preconceito. Beijos querida

Lorraine disse...

Realmente o preconceito é uma atitude que não beneficia ninguém. Apesar de achar que está data estimula o preconceito, também sou contra ele. Quanto mais as pessoas aceitarem as diversidades existentes em cada um, menos intolerância e preconceitos existiram. Meu NÃO também é sem dúvida gritante contra esta atitude. Como bem lembrado, negros, brancos ou de qualquer raça e cultura, todos sangramos vermelho. Todos temos a mesma essência!

Karla Figueiredo disse...

Acho bacana a conscientização que acontece na semana da "consciência negra", no entanto, acredito que este tipo de atitude deveria ser trabalhada na sociedade o ano inteiro, não adianta parar um dia, ou uma semana que seja para dizer o quanto somos conscientes sobre o preconceito quando na verdade desde crianças somos criados e ensiandos a sermos preconceituosos, contra isso ou contra aquilo. Pessoas estão sendo mortas, humilhadas e maltradas por aí por conta do preconceito, e o que estamos fazendo? Parando uma semana no ano para pensar sobre o assunto? Tá errado isso, a conscientização é um assunto que deve ser trabalhado desde casa, nas escolas, durante o desenvolvimento de uma criança, só assim será possível eliminar este mal, que só prejudica. Ninguém deve ser discriminado por ser diferente, seja em cor, em sexualidade, em estilo musical ou qualquer outra coisa, se sua diferença não afeta, enm prejudica a vida de ninguém, não devemos julgar e condenar por isso. Também digo NÃO CONTRA O PRECONCEITO DE QUALQUER TIPO.

Postar um comentário

Obrigada por comentar, é muito bom saber a opinião de vocês, e aqui, toda opinião é muito bem vinda. Super bjos e voltem sempre!

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p

Página Anterior Próxima Página Home
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Copyright © 2011 Blue Jeans! Elaborado por Marta Allegretti
Usando Scripts de Mundo Blogger